O que precisamos saber

4 de sgosto de 2018

Leia: Romanos 7:18-25 | A Bíblia em um ano: Salmos 66–67 / Romanos 7

"Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem nenhum…" — Romanos 7:18

Na interpretação do hino Tal qual estou em inglês pelo cantor americano Fernando Ortega, ao fundo pode-se ouvir vagamente a voz de Billy Graham. Ele está relembrando de uma doença da qual pensava que estava morrendo. Ao meditar sobre seu passado, o pregador percebe como é pecador foi e o quanto ainda continua a precisar do perdão diário de Deus.

Billy Graham estava colocando fim à ideia de que sem Deus estamos bem. Podemos nos sentir bem sobre nós mesmos, mas essa confiança deve vir do reconhecimento de que somos filhos de Deus muito amados (João 3:16), não que somos filhos muito bons (Romanos 7:18).

O primeiro passo para se tornar uma pessoa verdadeiramente “boa” como seguidor de Cristo, é parar de fingir que somos bons por nossa conta e pedir a Deus que nos torne tão bons quanto possamos ser. Falharemos muitas vezes, mas Ele continuará nos ajudando a crescer e mudar. Deus é fiel — em Seu tempo e à Sua maneira — e Ele fará a obra.

Em seus últimos anos de vida, o autor do hino Preciosa a graça de Jesus, John Newton, sofreu com demência e lamentava a perda de memória. Mas ainda pôde confidenciar, “Lembro de duas coisas: sou um grande pecador e Jesus é um grande Salvador.” No que se refere à fé, essas são as únicas coisas que qualquer um precisa saber.

A graça de Deus aceita é a paz de Deus experimentada.